PEGADAS ANUNCIA

domingo, 4 de dezembro de 2011

NADA CONTRA O PAPAI NOEL...NADA CONTRA O CORÍNTHIANS...MAS A FAVOR DA VERDADE...

Acreditar no Papai Noel é o mesmo que não acreditar que tudo estava arranjado para o Coríntians ser campeão ou qualquer outro time. Infelizmente o povo brasileiro é manipulado em todas as dimensões de sua vida. Futebol e Carnaval são algumas formas de desviar a atenção da massa dos principais assuntos sérios que movem o nosso país, a começar da nossa rua, do nosso bairro, de nossa cidade e estado.
 Aliás é praxe do povo brasileiro ser enganado e então vale o jargão: "Me engana que eu gosto".
É sabido que quem sustenta os traficantes de drogas são os pobres usuários que gastam o seu último centavo para poder pagar pela droga e quando acaba o dinheiro passam a usurpar o bem e não raras às vezes a vida alheia.
Quem sustenta os cartolas corruptos do futebol são os pobres trabalhadores que pagam pelos ingressos para poderem ir nos estádios assistir um espetáculo, mas que na realidade é um teatro já preparado de antemão atendendo interesses financeiros em detrimento de um verdadeiro futebol que poderia ser apresenta. No fim todos ganham, inclusve o público pagante que pelo menos por uns instantes ou alguns dias consegue manter a felicidade até o próximo engodo.
Assisti uma entrevista na TV em que a mãe ouviu a filha dizer que um amiguinho havia dito que o Papai Noel não existia, e então ela pegou sua filhinha, na tenra idade e a levou para conhecer o velhinho do natal.
Olha, não quero servir de modelo para ninguém, mas quando nossas filhas eram crianças nunca dizemos para elas que o papai noel não existia, mas não também nunca reforçamos essa idéia. Quando deparavamos com esta figura, sempre podiam tirar fotos, conversavam, ganhavam balas, mas o que era reforçado neste tempo era que o natal era de Jesus, Ele era o aniversariante, Ele era a figura principal, mas isto não com palalvras apenas, mas com gestos, simples e descontraídos. Daí que todos os anos, na noite de Natal e até hoje, se faz um bolo, com vela e tudo, e antes da ceia com nossos amigos, a gente junta as crianças em uma pequena procissão e elas trazem o menino Jesus para perto do bolo, cantamos parabéns e fazemos a ceia.
A questão não é ficar dizendo se existe ou não papai noel, mas mostrar que ele não é a figura principal, e com isso, na formação do caráter os pequenos  vão acreditar em Jesus que é o caminho, a verdade e a vida e poderão crescer com uma mente formada para evitar serem mapuladas e se levantarem contra quaisquer sistemas opressores que poderão surgir, inclusive não alimentando poderes paralelos que atualmente existem aos montes, na política, no esporte, nos poderes, na igreja, enfim, serem pessoas crescidas em estatura, graça e sabedoria para discernir o bem e o mal.
Terminando, com todo respeito à galera corintiana, vamos acreditar que o Papai Noel deu o título ao Corínthians.
Agora precisamos pedir para o Papai Noel dar a taça da Copa do Mundo de 2014 para o Brasil.

Leia aqui: Papai Noel e Coca Cola, tudo a ver!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário